Archive for the 'Diversos' Category

Para refletir…

(…) É certo que o artista não deve ter pressa, é preciso saber esperar. Mas isto do sujeito que só se põe escrevendo “quando sente disposição” é estupidez… Principalmente para o prosador. (…) O prosador lida com a inteligência lógica, está no plano do consciente, das relações de causa e efeito. O seu discurso tem cabeça, tronco e membros, princípio-meio-e-fim, embora pouco importe que muitas vezes o assunto exija que o fim esteja no princípio, e o princípio no meio. Não tem disposição? Não se trata de ter disposição: você é um operário como qualquer outro: se trata de ter horas de trabalho. Então, vá escrevendo, vá trabalhando sem disposição mesmo. A coisa principia difícil, você hesita, escreve besteira, não faz mal. De repente você percebe que, correntemente ou penosamente (isto depende da pessoa) você está dizendo coisas acertadas, inventando belezas, forças, etc. Depois, então, no trabalho de polimento, você cortará o que não presta, descobrirá coisas pra encher os vazios, etc. etc. (…)

REFERÊNCIA
ANDRADE, Mário. Cartas a um Jovem Escritor. Remetente: Mário de Andrade. Destinatário: Fernando Sabino. 3ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1993.

40

[1] – [1/2] – [2] – [3] – [3×2] – [π] – [4] – [5] – [6] – [7] – [8] – [9] – [9×2] – [10] – [11] – [12] – [13] – [14] – [15] – [16] – [16×2] – [17] – [18] – [19] – [20] – [21] – [22] – [23] – [24] – [25] – [26] – […] – [29] – [XXX] – [31] – [32] – [33] – [34] – [35] – […] – [40]– [41] – [42] – [43] – […] – [50] – [51] – […] – [69] – […] – [73] – […] – [77] – […] – [87] – [88] – […] – [96] – [97] – [98] – [99] – [100] – [101] – [102] – [103] – […] – [111] – […] – [120] – […] – [123] – […] – [171] – […] – [200] – […] – [300] – […] – [307] – […] – [407] – […] –  [423] – […] – [500] – […] – [599.6422] – […] – [666] – [777] – […] – [888] – […] – [999] – [1000] – [1001] – [1002] – […] – [1500] – […] – [1675] – [1734] – […] – [1912] –  [2005] – […] – [2008] – [2009] – […] – [2112] – […] – [6911] – […] – [999999] – […] – [] – [0]

Disseram-me hoje…

Que a minha imaginação era fétida.

Nada tenho a declarar.

Não tem o que colecionar? Colecione santinhos!

Responda rápido: Qual o papel que tem em cada m² de passeio e rua de dois em dois anos. Sim, eles,os santinhos!

Todo mundo um dia já colecionou alguma coisa na vida (selo, cartões telefônicos, latas de cerveja, etc.). Essas coleções exigem um esforço por parte do colecionador. Se você não tem saco de aveztruz  como eu pra ficar correndo atrás de material pra colecionar, colecione santinhos! Você só precisa ir na sua caixinha de carta ou até um metro quadrado de passeio mais próximo e catar o seu santinho!

Além de colecionar, [momento eleitor cidadão] você poderá ver as propostas dos candidatos [/momento eleitor cidadão], além de dar umas boas risadas!

Sim, os santinhos acima são daqui de Sete Lagoas. Sim, gosto da política, por mais que seja cômica.

Férias tediosas e um agravante

Desde 2007, acho férias um tédio total. Não tem absolutamente nada pra fazer. E acho que não ter nada pra fazer não é descanso. São três férias tediosas, incluindo essa de julho. Além dessas férias serem tediosas, hoje não é o início delas pra mim. Desde o dia 7 que eu não tenho aula, e isso é o agravante. Não tenho aula porque o colégio em que eu estudei desde 2003 resolveu fechar as portas em plena semana do meu aniversário. Sim, caríssimo leitor, um belo presente de grego. Se o colégio fosse uma escola qualquer eu não estaria aqui lamentando (e eu não sou o único que lamentou e lamenta). O meu colégio era um dos tradicionalíssimos de Sete Lagoas, Quem não estava muito por dentro do assunto ficou chocado com a notícia. Ele funcionava desde 1964 (44 anos). Um dos colégios que ficou em 1º lugar nas aprovações da UFMG no quesito acima do esperado. E não é só a escola que vai deixar saudades. Os amigos de sala também. Éramos 8, numa sala só, pressupõe-se que somos muito unidos. Apesar de todos quererem ir para uma mesma escola, acho que isso não será possível. Tudo depende dessa semana (e até da próxima).

Imaginem as mariposas, hein? (Davis matou a charada desde as férias de janeiro desse ano. 😀 )

😦 Ciao, ciao 😦

Turbulência

Semana passada, essa semana e as próximas foi/está/serão uma turbulência total. O blog vai entrar em operação tartaruga em slow motion. Operação tartaruga.  😦

Faz-me rir, e rir

Vejam o destaque dessa capa de revista:

É ‘cômicotrágico


Por aqui já passaram

  • 1,764,444 Pessoas

Piu, piu!

Mais